Um poeta morto no caminho...
Crianças brincam em ciranda,
coroam sua fronte com louros
recortes de jornais e revistas...

Nenhum comentário:

Postar um comentário