Nuvem

Acordo cansado
e nesse cansaço
em que me condenso
encontro-me estado
de vago compasso
e fico suspenso

no sonho que todo
sufoca-me mudo
o corpo sem massa
e o súbito lodo
expele-me tudo
sou nuvem que passa

já nada me espanta
na minha garganta
ressoa um som rouco
por tua beleza
inútil tristeza
decreto - estou louco

e fico mais velho
eu fumo e espero
num banco de praça
mas vejo teu rosto
que lindo seu rosto
na nuvem que passa
O que há de espetáculo num dia de outono em um ano vil? Se do receptáculo algum ser de carne se evadiu, e, embora ainda disforme arraste as asas da sua conduta, crendo tornar-se verme mais óbvio que um filho da puta, desenlaça, para lá da casa dos vinte, alguma soma nos poucos anos de pedinte.