31 de mai de 2015

Nuvem

Acordo cansado
e nesse cansaço
em que me condenso
encontro o estado
de um vago compasso
e fico suspenso

no sonho que todo
sufoca-me mudo
o corpo sem massa
e o súbito lodo
expele-me tudo
sou nuvem que passa

já nada me espanta
na minha garganta
ressoa um som rouco
por tua beleza
inútil tristeza
decreto - estou louco

e fico mais velho
eu fumo e espero
num banco de praça
e vejo teu rosto
que lindo seu rosto
na nuvem que passa

Nenhum comentário:

Postar um comentário